Início » Leo Picon sobre Jade: ‘Usa da arrogância para blindar sua insegurança’

Leo Picon sobre Jade: ‘Usa da arrogância para blindar sua insegurança’

PUBLICIDADE

Influenciador usou as redes sociais para falar sobre a participação da irmã no BBB22

Nesta terça feira de madrugada, o irmão da influencer e empresária Jade Picon fez uso de suas redes sociais novamente para comentar sobre a participação de sua irmã caçula no reality show. Utilizando de seu bom humor, Léo contou que assistir a irmã sendo exposta 24h é uma experiência indescritível por acompanhar a gata na casa mais vigiada do país. Mas não foi somente isso, o ex colírio Capricho ainda deu uns puxões de orelha na gata e disse que continuará com as zoações envolvendo a irmã. Ele também se aproveitou pata falar sobre o comportamento de Jade e das pessoas que o rodeiam.

“Experiência indescritível assistir minha irmã no BBB. Ela é a pessoa que eu mais amo no mundo, mas eu amo zuar ela e mesmo levando a vida a sério, não levo a vida com tanta seriedade. Muita coisa de perto assusta e de longe é engraçado… A vida é composta por vários momentos assim e a Jade tá num desses, que pela primeira vez estou longe. Por isso é engraçado imediatamente. Mas são coisas que virarão aprendizados, pra mim, pra ela e pra quem quiser aprender”, começou ele.

“A Jade tem uma série de comportamentos que eu reprovo, assim como eu também tenho e a gente vive puxando a orelha do outro pra que a gente melhore e evolua. Somos cúmplices, eternamente fiéis e conectados. A relação mais forte que eu tenho com alguém. Ser irmão mais velho de uma menina mulher é cuidar, acolher, ensinar e se conectar com uma essência mais jovem, mais impulsiva, mais delicada e mais sentimental. A Jade usa da arrogância pra blindar sua insegurança. Quantas inseguranças ela tem? Quanta arrogância a permitem?”, escreveu.

“Não to querendo defender a Jade, eu vou zuar ela mais que todos vocês juntos. Muito menos mudar o jogo… só me sinto a vontade pra abrir meus pensamentos por aqui desde os meus 13 anos. […] Nesse processo tive muitas inseguranças e muitos aprendizados. Aprendi a lidar cada vez melhor com minhas fraquezas e reconhecer minhas forças. Isso é meio que a história da vida de todos nós. E eu acho maneiro ver que minha irmã vai poder tirar um enorme aprendizado disso tudo”, finalizou ele.