Carregando Notícia
Sem categoria

Se você sofre de artrite, com esta dica pode aliviar esse problema

Acometendo 2 milhões de pessoas no Brasil que convivem com essa enfermidade

PUBLICIDADE

Artrite é o nome dado a um processo inflamatório nas articulações, podendo atingir apenas uma articulação (monoartrite), duas articulações (oligoartrite) ou várias (poliartrite), tais como cotovelos, ombros, tornozelos e joelhos. As pessoas mais acometidas principalmente, são os idosos, ocasionando dores, rigidez e edema nas articulações. Sendo uma das principais causas de afastamento do trabalho, por ser bastante incapacitante.

PUBLICIDADE

Existem mais de 100 tipos, sendo a artrite reumatóide chamando mais atenção, pelo fato de ser uma doença autoimune promove uma lesão articular progressiva. De acordo com a estatística, no Brasil obtém 2 milhões de pessoas convivam com a enfermidade. Acomete com mais frequência em mulheres, principalmente entre os 40 e 60 anos, a causa pode ser uma combinação de fatores genéticos (contribuindo em mais de 50%) e ambientais.

As principais causas e fatores de risco

Vão depender do tipo de afecção da artrite, incluindo:

    • Desgaste natural;
    • Excesso de peso;
    • Uso exagerado da articulação;
    • Traumatismo;
    • Genética;
    • Infecção;
    • Idade avançada;
    • Consumo excessivo de álcool.

O diagnóstico é feito através dos sintomas, com a junção dos resultados de exames laboratoriais (VHS, proteína C-reativa e fator reumatoide) e por exames de imagens (raios X, ressonância magnética, ultrassonografia articular).
Deve ser considerado se for existentes 3 ou mais articulações edemaciadas, envolvimento das falanges com dor à compressão, rigidez matinal e presença desse quadro por mais de 12 semanas.

O tratamento pode ser feito através da fisioterapia e terapia ocupacional, enfatizando na preservação e recuperação da capacidade funcional.  Já as opções medicamentosas são incluídas sintomáticos, sendo os analgésicos simples, opioides e anti-inflamatórios não esteroides.

Podendo iniciar o tratamento com os fármacos anti-reumáticos modificadores de doença (DMARD) :  cloroquina, hidroxicloroquina, sulfassalazina, metotrexato e leflunomida.
Em casos que o tratamento não está respondendo ao DMARD, existe como outra alternativa como os agentes biológicos. Inclui os inibidores do TNF (como infliximabe), os bloqueadores da co-estimulação das células T (como abatacepte) e depletivos de células B (rituximabe).

Outra forma de tratamento é o cirúrgico, como sinovectomia (em casos sinovite), correção de tendões, desbridamento articular, artrodese ou artroplastias totais.

Prevenção : o fator que ajuda no combate da artrite é ter uma boa alimentação rica em magnésio, isso incluindo alimentos como nozes, feijões e folhas escuras. Consumir mais peixes, como atum, cavalinha, pois são ricos em ácidos graxos ômega-3 podendo ajudar no alívio das dores nas articulações dolorosas e a rigidez matinal.

Se essa enfermidade não for diagnosticada precocemente e sem tratamento, a artrite se desenvolve em artrose. A osteoartrite, ou artrose, é uma doença articular degenerativa, podendo ser progressiva e debilitante. Como a artrite, a artrose é uma doença articular mais prevalente nos idosos. Tendo como sua fisiopatologia que envolve  alteração no processo de remodelação óssea, juntando com um desequilíbrio entre a formação e a destruição de moléculas, tendo a destruição como a mais predominante.