Carregando Notícia
Saúde

Você tem essa linha preta na unha? Fique atento, pode ser sinal de uma doença grave

O melanoma de unha ou melanoma subungueal, é um tipo de câncer raro podendo ser identificado por uma mancha vertical escura na unha que aumenta no decorrer do tempo

PUBLICIDADE

A linha preta na unha, pode aparecer por alguns motivos, como por exemplo: trauma, lesões, fungos, produtos de limpeza, sapatos muito apertados e até mesmo depois de uma micose de unha. Porém, outra possibilidade é que tenha se desenvolvido durante o crescimento da unha, podendo ser benignas ou malignas.

PUBLICIDADE

O melanoma de unha ou melanoma subungueal, é um tipo de câncer raro podendo ser identificado por uma mancha vertical escura na unha que aumenta no decorrer do tempo. Esse tipo de melanoma é mais frequente nos adultos e por não ter causa definida, é considerado que o seu aparecimento está relacionado a fatores genéticos.

Esse tipo de câncer melanoma, é considerado o mais fatal, por muitas vezes ser confundido com hematomas ou infecções fúngicas, fazendo com que haja um atraso no diagnóstico e tratamento. Porém, se o melanoma de unha for identificado logo no início tem uma grande chance de cura.

Sintomas

O principal sintoma é o aparecimento de uma mancha escura, que normalmente tem a coloração marrom ou preta  na posição vertical, na unha do polegar ou no dedão do pé, que no qual não desaparece ao longo do tempo e só aumenta a espessura. Outros sintomas apresentados são :

  • Sangramento no local da mancha;
  • Aparecimento de um nódulo por baixo da unha, que podendo ter pigmentação ou não;
  • Nos casos mais avançados, podem haver destruição de unhas;
  • Mancha na unha toda.

Não existe uma causa específica, como já havia mencionado que pode estar relacionado com fatores genéticos, também pode ocorrer devido uma exposição prolongada e frequente aos raios ultravioletas, sendo essa a principal causa do melanoma na pele, estimulando a expressão dos genes relacionados ao câncer, fazendo com que haja um maior desenvolvimento da doença.

Diagnóstico

Na maioria das vezes é tardio, o que pode resultar em complicações e uma delas é metástases (células malignas espalham-se para outras partes do corpo). O melhor a se fazer é ir ao dermatologista para que haja uma avaliação e assim possa ser realizada a biópsia, sendo esse o único método de diagnóstico disponível para confirmar o melanoma de unha.

Tratamento

Por ser cirúrgico, muitas vezes é necessário a remoção da unha e do tecido afetado. Em casos mais graves, quando encontra-se o melanoma mais avançado, a amputação do dedo pode ser o mais indicado, logo em seguida de radioterapia e quimioterapia, tendo que haja possibilidades com maiores chances de ter metástase.