Carregando Notícia
CuriosidadesSaúde

Você nem imagina o motivo de aparecerem estas listas brancas em suas unhas

Leuconíquia é o nome científico a essas machinhas brancas

PUBLICIDADE

As manchas brancas na unha, denominadas pela medicina de leuconíquia, não são consideradas uma doença. Estão associadas a algum sintoma, que pode ser uma deficiência alimentar ou problemas que podem ser causados por danos na raiz das unhas e também pode ser quando o esmalte digere a queratina (proteína que forma nossas unhas) e outro fator bem parecido é a digestão por dermatofítos ( fungos que comem essa queratina ).

PUBLICIDADE

”Quando a manicure, por exemplo, empurra a cutícula com força, cutuca a matriz de sal da unha, que é a responsável pela formação da que fica embaixo. A matriz mais profunda produz a unha que fica por cima. Então, ela descasca e fica retida por uma película. O que a gente vê como mancha é o que chamamos de descascado da unha profunda”, explica a médica dermatologista Tatiana Gabbi, assessora do Departamento de Cabelos e Unhas da Sociedade Brasileira de Dermatologia

Dicas de como deixar suas unhas mais saudáveis

 

  • Manter unhas secas e limpas;
  • Não levar as mãos à boca ou roer as unhas;
  • Tenha seu próprio kit manicure e higienizá-lo com frequência, mesmo que seja usado só por você;
  • Aparar as unhas em formato quadrado para evitar que encravem;
  • Evitar a remoção das cutículas, use um creme amolecedor e com isso empurre-as com todo cuidado e se possível tente não cortá-las com alicate;
  • Não usar acetona, optando sempre pelo removedor de esmaltes, pois o uso da acetona deixam as unhas mais frágeis;
  • Hidratar as unhas com ativos fortalecedores como ureia e lactato de amônia;
  • Evitar usar sapatos apertados ou fechados por tanto tempo;
  • Sempre usar luvinhas de mãos no momento que utilizar os produtos de limpeza em geral.

A má alimentação com carência de nutrientes como:  zinco, ferro, vitamina B6 e vitamina B12. Esse nutrientes são importantes para o metabolismo da derme ( parte profunda da pele), que fica abaixo da matriz da unha.
De acordo com os especialistas isso também contribui para a fragilização das unhas e isso acaba tornando-as mais propícias ao aparecimento da leuconiquia.

Segundo Anelise Taleb, farmacêutica e bioquímica da TAVE Farmácia de Manipulação, em São Paulo, a leuconiquia, não deve ser subestimada, porque podem ser indício de problemas de saúde, como insuficiência renal, intoxicação por metais pesados, anemia, deficiência de zinco ou proteínas, psoríase ou micose.

Existem substâncias que são aliadas das unhas ajudando em deixá-las mais saudáveis e podem ser utilizadas.

  • Methiosilane C, ele promove ação regeneradora, favorecendo a queratinização e o fornecimento de metionina, que no qual é um dos componentes das proteínas, para o metabolismo;
  • Queratina, responsável pela consistência endurecida das unhas;
  • D-pantenol ou pró-vitamina B5, que fortalecem unhas fracas e quebradiças.
É importante ressaltar que você consulte seu dermatologista.