Carregando Notícia
CuriosidadesSaúde

Se acontecer isso na sua pele, nunca coce!

Afinal, a única coisa que importa é dar um jeito de se livrar daquela terrível coceira

PUBLICIDADE

Qualquer picada de inseto provoca uma pequena reação alérgica com vermelhidão, inchaço, incômodo e coceira no local da picada. Porém, algumas pessoas podem apresentar uma reação alérgica mais grave podendo causar inchaço de todo o membro afetado ou de outros locais do corpo.

PUBLICIDADE

Os insetos que podem causar alergia na pele são o pernilongo, formiga, percevejo, muriçoca e marimbondo. Na grande maioria dos casos, podem ser aliviados colocando uma pedrinha de gelo no local e usando uma pomada anti-alérgica, porém em algumas pessoas a reação alérgica pode ser tão grave que é necessário fazer o tratamento com pomadas à base de corticoides ou até fazer injeção de epinefrina, se os sintomas colocarem a vida em risco.

Sinais de alergia à picada de inseto

  • Vermelhidão e inchaço do membro afetado;
  • Dor ou coceira intensa no local afetado;
  • Saída de um líquido fluido e transparente pelo local da picada.

Sinais de alerta para ir imediatamente ao hospital

→ Existem casos de pessoas que podem ter uma reação alérgica grave, que é definido cientificamente choque anafilático, e nesses casos precisa ir imediatamente ao hospital se apresentar esses sinais :

⋅ Queda rápida da pressão arterial;
⋅ Sensação de desmaio;
⋅ Tonturas ou confusão;
⋅ Inchaço do rosto e da boca;
⋅ Extrema dificuldade em respirar e isso acontece por causa do inchaço na garganta que impede a passagem do ar. e nesse caso, o indivíduo deve ser levado para o hospital o mais rápido possível, pois existe o risco de morte por asfixia.

Já o caso de picada por um animais peçonhentos, como por exemplo, cobra ou aranha, é necessário chamar ajuda médica, ligando o 192 ou ir rapidamente para o hospital.

Tratamento ⇒ se for uma pequena alergia à picada de inseto, recomenda-se passar gelo no local durante 10 minutos e, no máximo, uma pomada como Polaramine, Andantol, Polaryn ou Minâncora, usando 2 ou 3 vezes ao dia, durante 5 dias. É recomendado evitar coçar a área, uma vez que essa ação pode levar a aumento da irritação da pele, podendo levar as bactérias presentes nas nossas unhas para o machucado e isso pode acabar infeccionando-o.

Estas pomadas podem ser compradas na farmácia sem receita médica, mas é preciso mostrar a região inchada, vermelha e dolorida para o farmacêutico indicar as melhores possibilidades.
Se preferir um tratamento de forma mais natural : óleo de árvore do chá (ou melaleuca), óleo de lavanda, óleo de coco, folhas de manjericão e vinagre de maçã.

Porém, se a área ficar pior é recomendado ir ao médico e, se possível, com o inseto que o picou, para que o mesmo seja identificado. Se o caso for uma picada de abelha, por exemplo, é preciso retirar o ferrão deixado por ela para que a ferida seja curada.