Carregando Notícia
CuriosidadesSaúde

Mulher vai a hospital com gases e descobre que está grávida

A carioca disse que não havia como suspeitar, porque fazia pouco tempo que seu ciclo menstrual havia terminado há poucos dias

PUBLICIDADE

Juliana Brasileiro de 25 anos, procurou o hospital após sentir fortes dores que na qual a mesma achava ser uma cólica persistente, mesmo tomando remédio pra tentar melhorar, e acabou dando à luz sua segunda filha, sem nem desconfiar estar grávida até então. A jovem chegou a ser tratada como se tivesse com prisão de ventre, na unidade de saúde do Rio de Janeiro, porém ficou muito surpresa quando se consultou com uma ginecologista e descobriu que estava em trabalho de parto.

PUBLICIDADE

A jovem é assistente administrativa contou que havia saído com o marido e amigos para o cinema sábado à noite (09/10), e ao quando chegou em casa sentiu com mal-estar horrível. Como ela havia saído de sair do seu ciclo menstrual nos dias anteriores, Juliana pensou que as dores fossem cólicas menstruais e resolveu tomar um medicamento, porém na segunda-feira (11/10), os sintomas se intensificaram.

“Começou a piorar de uma forma que eu não conseguia ficar em pé e nem sentada, nada. Eu tinha que ficar deitada, só que eu não conseguia achar uma posição confortável para ficar deitada na cama, nem no sofá. Eu só conseguia ficar deitada no chão“, contou Juliana ao portal UOL.

O marido dela, sugeriu que eles fossem em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) para que ela recebesse atendimento médico. Dessa forma, Juliana foi inicialmente medicada para constipação e inclusive o procedimento foi com laxativo.

Na sua rede social, TikTok, ela relatou que o choque foi grande e que o encaminhamento passado pela médica foi guardado, pois já que ninguém iria conseguir acreditar na história.

“Comecei a chorar. Ainda bem que meu marido estava comigo e na hora, a gente não tinha reação. Eu tenho que comprovar para as pessoas porque ninguém está acreditando e foi assim que Marina veio ao mundo, sem avisar, sem absolutamente nada preparado, mas com o propósito mais lindo. O destino se encarrega de tudo, e Deus sabe o que faz. Marina já estava até encaixada para nascer, então já estava com a dilatação máxima para poder ter parto normal. Ela [Marina] está cheia de saúde e dorme pra caraca e tá tudo bem, apesar de tudo, apesar do susto”, relata a moça que conta que teve parto normal e que a recém-nascida segue bem.

Juliana tem um filho chamado Martín de 2 anos, e falou que não percebeu sinais da nova gestação.

“Tudo que vocês falarem de sintoma: ‘Como não sentiu mexer? Como não sentiu não sei o quê lá?’. Não senti e olha que já tive um filho antes. O meu filho, meu amor, da hora que acordava até eu dormindo, ele se mexia, mas, enfim, prova viva que essa menina é preguiçosa, que ela dorme mais do que ela pode”.

Alguma das usuárias da rede relembrou de casos parecidos que foram compartilhados nas redes sociais :
“Eu não consigo acreditar nisso. Apesar de várias pessoas relatarem a mesma experiência., mas é difícil acreditar”.