Carregando Notícia
MundoSaúde

Mãe e filha posam para a mesma foto durante 4 anos seguidos, mas a última foto é de partir o coração

Uma linda história de amor, amizade, força, entre mãe e filha com um final emocionante

PUBLICIDADE

Savannah Inthalangsy, de 18 anos, soube aproveitar cada momento com a sua mãe em vida , que infelizmente faleceu em Dezembro de 2017. A moça tirava selfies com a mãe, Phelana Foster, no primeiro e no último dia de aula de cada ano letivo e isso durou por 4 anos. Nas fotos elas sempre estão comendo alguma guloseima, Phelana estava fazendo um tratamento contra o câncer e sempre posava para a selfie com muita alegria.

PUBLICIDADE

O tweet com a sequência das fotos teve em menos de uma semana mais de 606 mil curtidas e foi retuitado 126 mil vezes. Nas fotos, é possível ver os efeitos da quimioterapia pela qual a mãe passou a partir do terceiro ano registrado. A jovem estudava na Escola John Horn High School no Texas, ela mesma tirava todas as fotos e e postava em suas redes sociais e durante esse tempo ela contava essa linda história.

4CC21AEE00000578-5787385-image-a-25_1527696334147
4CC21AE800000578-5787385-image-a-26_1527696336811
4CC21AE100000578-5787385-image-m-31_15276964142454CC21ADD00000578-5787385-image-a-28_1527696357505

Na última foto a garota está sozinha, sua mãe veio a falecer aos 45 anos de idade, Savannah disse que quer seguir os passos da mãe e se tornar professora, essa história nos faz refletir sobre a vida que é tão curta e devemos aproveitar as pessoas que estão próximas de nós e viver cada dia de maneira especial.

As selfies tiradas nesse período mostram o bom relacionamento vivido entre mãe e filha, é uma pena que a mãe não pode estar presente na última foto e nem no decorrer dos anos, mas mesmo assim a filha fez uma linda homenagem a ela.

“Ela não foi capaz de fazer a última, mas sua força me motivou a manter-me forte durante esse tempo. Todo o meu trabalho é para ela!”, escreveu a jovem.

O tweet já conta com mais de 2.700 comentários, todos emocionados com a história e ela comentou : “Obrigado à todos pelas belas palavras de apoio, isso significa muito pra mim e  suas mensagens me fizeram chorar.”

Câncer de ovários

O câncer de ovário é difícil de ser diagnosticado e o mais letal entre os cânceres ginecológicos. Os sintomas costumam aparecer em estágios mais avançados, por isso a importância de consultas ao médico regularmente.
Sua causa está associada a fatores genéticos, hormonais e estilo de vida. Sendo cerca de 10% dos casos, o histórico familiar é o fator de risco isolado mais importante e o tumor pode acometer a mulher em qualquer idade, porém é mais frequente depois dos 40 anos.