Carregando Notícia
NotíciasSaúde

Garoto de 14 anos com câncer vende pulseiras que faz no hospital para pagar tratamento

Kevin Arturo é um garoto de 14 anos que começou a sentir uma dor incontrolável nas costas

PUBLICIDADE

Kevin Arturo é um garoto de 14 anos que começou a sentir uma dor incontrolável nas costas. De início, ele e sua mãe pensaram que não seria nada grave, mas a situação ficou pior até que ele simplesmente não conseguia mais andar. Eles fizeram uma série de testes e, finalmente, o diagnóstico foi devastador.

PUBLICIDADE

O jovem tinha câncer e a situação era realmente difícil de curar. Felizmente, ele não estava querendo desistir. Uma das maiores complicações para sua família foi conseguir um jeito de pagar pelo tratamento. O jovem teve que passar seus dias em uma cama de hospital e as contas foram crescendo. O tumor de Kevin está situado na sua medula.

Ana Isabel Lizárraga, sua mãe, começou a perder a esperança. É uma família com muitas pessoas e eles também precisam de grana para sustentar a casa e o restante dos filhos. Meses depois após o diagnóstico, as complicações continuaram aparecendo.

Kevin teve uma piora e teve sérias complicações intestinais. Os profissionais de saúde foram forçados a fazerem uma colostomia. Eles conseguiram dar-lhe um pequeno alívio, mas as despesas também foram crescendo. Era preciso encontrar uma maneira de pagar fraldas, bolsas de colostomia, tratamentos médicos e outras coisas.

Foi quando o jovem Kevin inventou as diversas horas que passou no leito do hospital. Ele pediu à mãe para ensiná-lo a produzir pulseiras e agora ele continua fazendo lindas peças artesanais. Sua história se tornou uma fonte de inspiração. O produto é vendido pela sua mãe.

A dor que Kevin sentia dificilmente permitia que ele se mexesse, mas ele utilizou a pouca mobilidade que tinha em suas mãos para trabalhar e conseguir alguma grana para aliviar o fardo pesado dos seus familiares. Nas imagens, você pode observar o jovem adolescente quente e fazendo belas pulseiras da cama do hospital.

O melhor de tudo é que todas as peças têm um acabamento lindo e tudo isso faz com que ele se sinta melhor. O trabalho com as mãos pode servir muito como uma terapia para alguém que está passando por uma situação tão difícil.

“Eu não peço dinheiro. Eu só quero que eles comprem uma ou duas pulseiras . Também recebemos doações de lenços, sacolas ou fraldas”, disse. Kevin Arturo é um exemplo para todas as pessoas. Em nenhum momento ele perdeu a força e segue a enfrentar esse delicado tumor com a melhor atitude possível, esperamos que ele e sua família possam receber toda a ajuda de que necessitam.