Durante uma entrevista ao programa “Mariana Godoy Entrevista” nesta sexta-feira (04), Fernanda Abreu foi questionada sobre as polemicas que envolvem a lei Rouanet no Brasil, que foi usada muitas vezes para ajudar famosos consagrados da música brasileira.

Fernanda disse que é preciso parar de demonizar a lei Rouanet e que é fundamental que o presidente faça alterações nessa lei, mas que não venha a eliminá-la,pois é fundamental para beneficiar novos talentos do brasil. “Na verdade, a lei deveria beneficiar novos talentos, de várias regiões do Brasil, porque fica um pouco mais concentrada no Sudeste, em São Paulo e no Rio. Então acho que ela pode ser melhorada, aperfeiçoada, mas a gente não tem que demonizar a lei. É uma possibilidade do povo ter mais produção cultural”.  Disse a cantora.

O presidente Jair Messias Bolsonaro já afirmou inúmeras vezes que pretende fazer grandes mudanças nessa lei, pois segundo ele, a lei foi usada por muito tempo como uma forma de “parcerias” entre partidos e famosos do meio musical.

A lei Rouanet teve o auge de críticas quando vários famosos do meio musical se reuniram para fazer a famosa campanha do “ele não” contra o então candidato na época da campanha eleitoral e hoje atual presidente, Messias Bolsonaro.
Vários apoiadores do então presidente, começaram a espalhar documentos pela internet, exibindo toda a verba de milhões de reais destinada a esses famosos, concedidos pelo então governo do PT, maior concorrente de Bolsonaro. Isso criou uma revolta em alguns brasileiros que passaram a pedir que caso eleito, Bolsonaro acabasse com a lei Rouanet.

Veja Também:  Após Bolsonaro dizer que considera a Globo uma inimiga, hashtag "#EuSouInimigoDaGlobo" viraliza nas redes sociais
Elton Novaes
Elton Novaes se formou em jornalismo pela UFMG. Desde criança, e sempre apaixonado pelas matérias de jornais, seu sonho era um dia ter o prazer de escrever. Morador de Cascalho Rico, Elton é responsável pela cobertura de todos os resultados das loterias.