Carregando Notícia
Notícias

Caso Florencia Romano: A emocionante ligação para o 911 que um policial rejeitou.

Mendoza na Argentina esta em choque pelo brutal feminicídio da jovem Florencia Romano de apenas 14 anos. A menina desapareceu no fim de semana passado depois de ir a casa de um casal que conheceu nas redes sociais.

De acordo com testemunhas Florencia resistiu a um ataque sexual, pelo qual foi cortada a garganta e depois queimada para apagar vestígios, a menina foi encontrado sem vida em uma vala nas proximidades de um frigorífico na comunidade de Maipú, a três quilômetros da casa do casal: Pablo Ramón Arancibia (33) e Micaela Estefanía Méndez (27).

A menina teria sido assassinada poucos minutos após uma ligação policial para o 911, alertada sobre o pedido de socorro da adolescente quando foi agredida na casa do assassino.

Um vizinho da casa onde Pablo morava teria feito uma ligação a Polícia por volta de umas 15h58 do sábado passad0, o celular da pessoa que realizou a ligação parou de funcionar por volta das 19h20, então acredita-se que o homicídio tenha acontecido neste horário.

A gravação começou a se tornar viral nas últimas horas, no áudio pode -se  ouvir, com alguns incômodos e ruídos, o pedido de um homem por socorro em um caso de violência de gênero na cidade de Gutiérrez, Maipú. Na verdade, a poucos quarteirões do local há uma delegacia de polícia, então uma força móvel poderia ter se locomovido rapidamente.

A chamada desesperada

– 911. Emergências. Boa tarde. 911. Emergências, boa tarde. Olá?

-Aqui, no Padre Vásquez. Olá, consegues ouvir-me? Estou lhe dizendo que existe violência de gênero. Aqui, no Padre Vázquez, Gutiérrez. Olá!

-Sim, agora, me diga que emergência você tem.

-Estou lhe dizendo que existe violência de gênero, na Passagem Berra

-Qual departamento?

-De Gutiérrez, Maipú.

-Qual é o nome da rua?

-Berra, fica entre Tucapel e Padre Vázquez.

-A numeração da casa?

-83

-Eu não imagino a rua

-Sim, está no Google Maps. Você é um policial?

-Te vejo mais tarde senhor boa tarde

Confira no vídeo abaixo o áudio da ligação que poderia ter salvo a vida da jovem.

Maicon Douglas

Sou carioca de 29 anos, trabalho com jornalismo a mais de 7 anos. Formado em Marketing, cubro todas as noticias sobre Crimes, politica, reality shows, esportes e tudo que for relevante para o leitor. Email: [email protected]