Início » Briga entre torcedores no México deixa pelo menos 15 pessoas mortas dentro do estágio; diz imprensa

Briga entre torcedores no México deixa pelo menos 15 pessoas mortas dentro do estágio; diz imprensa

PUBLICIDADE

Uma briga entre os torcedores de Querétaro e Atlas gerou uma invasão de campo de pessoas que tentavam se salvar da confusão

Neste sábado (05), houve uma enorme briga entre os torcedores do Querétaro e do Atlas no estágio La Corregidora de Querétaro, no México, onde pelo menos 15 pessoas foram assassinadas, issp de acordo com a imprensa do país.

O jogo acontecia normalmente quando no segundo tempo, aos 17 minutos, os torcedores começaram a invadir o gramado, dando início a uma batalha que fez muitas vítimas, incluindo muitas mortes também. Tudo aconteceu quando o atlas estava vencendo por 1 a 0, o árbitro Fernando Guerrero foi forçado a parar a partida por conta dos torcedores invadindo o gramado, em sua maioria, mulheres e crianças, para fugir da briga entre os valentões, que só crescia.

A medida que as coisas foram avançando, o gramado ficou com uma enormidade de torcedores, até que quem estava nas arquibancadas brigando saíram para o gramado, fazendo com que gerasse uma cena surreal e feia de violência, com direito a vídeos postados nas redes sociais. Mostrando grupos de 6 a 7 torcedores agredindo um rival caído no chão. Desesperados, torcedores que tentavam fugir da briga chegaram a tirar suas camisetas para não serem identificados por rivais.

Conforme o relato de uma pessoa: “a confusão começou no setor visitante quando torcedores do Atlas começaram a brigar com a torcida dos donos da casa.”. “A briga foi crescendo, os torcedores do Querétaro foram dando a volta no estádio para irem para a briga, entraram no gramado e tudo piorou. É incrível o que fizeram com a segurança”, disse a pessoa à ESPN.

Ainda não se sabe o total de números de mortos confirmados, e a Liga MX se pronunciou dizendo que a partida seria suspensa e apenas iss, enquanto o presidente da Liga Mx, Mikel Arriola, fez uso de seu perfil no Twitter para condenar as ações de violência:

“Inadmissível e lamentável a violência no estádio do Querétaro. Tomaremos medidas drásticas contra os responsáveis pela ausênica de segurança no estádio. A segurança de nossos jogadores e torcedores é a prioridade. Seguiremos os informando”.