Carregando Notícia
CuriosidadesNotícias

VÍDEO: Codornas nascem em prateleira de mercado e surpreendem gerente: ‘meu amigo, um sol desse aqui’

O gerente e um funcionário de um supermercado em Campo Maior, a 80 km da cidade de Teresina, ficaram espantados ao presenciar o nascimento de quatro codornas em uma prateleira do local

PUBLICIDADE

O gerente e um funcionário de um supermercado em Campo Maior, a 80 km da cidade de Teresina, ficaram espantados ao presenciar o nascimento de quatro codornas em uma prateleira do local. De acordo com especialistas, o calor de aproximadamente 37 ºC ocasionou a eclosão dos ovos que estavam à venda.

PUBLICIDADE

Essa situação aconteceu em 21 de setembro deste ano e viralizou nas redes sociais nesta quinta-feira (13). Para o g1, o gerente Fábio Gomes contou que, por volta das 16h, o funcionário Manoel Pereira o chamou após ouvir um barulho diferente vindo da prateleira. Ao chegar perto, a dupla avistou algo em movimento dentro de uma cartela com 30 ovos.

“Levei o celular no ponto de filmar. Ficamos muito surpresos ao encontrar os filhotes nascendo. Eu já havia mudado as cartelas de lugar devido ao calor, porque são de plástico”, relatou Fábio. Imagens capturadas pelo gerente mostram o momento em que ele abre a cartela e encontra os quatro filhotes. Um deles chega a cair e é ajudado pelo rapaz. “Achamos uma chocadeira aqui. Olha! Meu Deus! […] Mas também, meu amigo, um sol desse aqui”, fala Fábio na gravação.

Segundo ele próprio, as quatro codornas foram resgatadas com vida. Porém, duas acabaram morrendo minutos depois. As outras foram entregues ao fornecedor dos ovos e morreram no dia posterior. “O fornecedor ficou espantado também, só acreditou porque eu estava contando pra ele. E queria fazer a troca da cartela, mas não aceitei. Ainda hoje estou com ela aqui”, comentou.

Explicação de especialistas

Segundo o zootecnista Bruno Costa, o nascimento dos animais indica que os ovos estavam em fecundação, ou seja, possuíam embriões. Os filhotes levam, geralmente, 17 dias para vir ao mundo. A variação de temperatura, contudo, pode acelerar ou atrasar a eclosão.

“De onde vieram esses ovos tinha macho junto com as fêmeas. Ovos pra consumo não devem ser galados [fecundados] por conta do tempo de prateleira. As granjas responsáveis adquirem lotes somente de fêmeas. Às vezes o controle não é eficaz e enviam ovos férteis para mercados”, disse.

“Ovo fértil, uma temperatura que se aproxime dos 37°C e uma umidade que passe dos 60%, deram condições para a eclosão. A temperatura acima da ideal, 37,2°C, pode antecipar a eclosão. Abaixo, pode atrasar. Ambos casos trazem prejuízos de desenvolvimento para as aves”, completou.