Carregando Notícia
CuriosidadesSaúde

Tem esse furinho na orelha? Então você tem que saber disso urgentemente

A desordem pode acontecer tanto no sexo feminino como no masculino, e já pode ser perceptível após o  nascimento

PUBLICIDADE

Segundo com a ciência, esse furinho na orelha foi nomeado de seio pré-auricular. Trata-se de uma desordem congênita que fica pela vida toda do ser humano e costuma ser completamente inofensiva. Segundo um estudo da Escola de Medicina da Universidade de Yonsei, na Coreia do Sul, afeta uma pequena parte das pessoas do mundo, vindo a ocorrer em 0,1% da população dos Estados Unidos, 0,9% no Reino Unido, 4% a 10% na África e Ásia e entre os habitantes da Coreia do Sul ultrapassa os 5%.

PUBLICIDADE

A desordem pode acontecer tanto no sexo feminino como no masculino, e já pode ser perceptível após o  nascimento e por essa estrutura ser encontrada em todos os seres vertebrados durante o desenvolvimento ainda no útero da mãe, alguns dos estudiosos imaginam que se trata de resíduo evolutivo.

Os seios pré-auriculares ocorrem por causa de uma fusão incompleta dos arcos branquiais no feto, que nos quais eles são estruturas chaves para o desenvolvimento da cabeça e pescoço do bebê.

De acordo com o biólogo Neil Shubin em sua declaração ao site Business Insider, essas fossetas poderiam ser “remanescentes das brânquias (órgãos da respiração) dos peixes”. Também podem ter acontecido pela possível formação ocasionada por uma conexão anormal entre a pele e o tecido que fica por baixo, segundo dados da Biblioteca Nacional de Medicina dos Estados Unidos.

“O que provavelmente aconteceu é que uma forma particular de desenvolvimento dessa parte da orelha evoluiu. Na maioria das vezes, esse processo ocorre normalmente, mas às vezes algo acontece e um seio pré-auricular se desenvolve” , disse à BBC News Mundo (o serviço em espanhol da BBC) Vincent J. Lynch, professor do departamento de genética e anatomia na Universidade de Chicago.

De acordo com o Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos, pessoas que possuem a fosseta pré-auricular não têm nenhum sintoma para se preocupar, a menos que o furinho fique infectado. Nesse caso, o tratamento é feito com antibióticos para combater a infecção ou uma cirurgia pra a remoção do sinal de malformação.
Então de modo geral, ter esse seio pré-auricular não representa nenhum problema que possas prejudicar sua saúde.

Em caso de uma infecção de repetição, os sintomas podem incluir, segundo o otorrinolaringologista Jamal Azzam, da Clínica Jamal :

  • Dores intensas;
  • Vazamento de pus ou secreções;
  • Sangramento;
  • Inchaço na região local;
  • Vermelhidão na pele.