Carregando Notícia
Curiosidades

Paralisia do sono: entenda o que é esse distúrbio e por que acontece

sabemos que a paralisia do sono faz com que o cérebro se desperte, mas os nossos músculos continuam dormentes.

PUBLICIDADE

sabemos que a paralisia do sono faz com que o cérebro se desperte, mas os nossos músculos continuam dormentes. Nos dias atuais, a grande maioria das pessoas tem uma rotina muito intensa e pouco tempo de descanso.

PUBLICIDADE

Consequentemente, o corpo também começa a apresentar alguns sinais de exaustão. Com isso, podem surgir também doenças e dificuldades para desempenhar as tarefas que são diárias. Por isso, para poder garantir que o corpo não fique muito sobrecarregado, é muito fundamental ter uma boa noite de sono. Afinal, é enquanto dormimos que o nosso organismo restaura as funções do corpo.

Sintomas de paralisia do sono

Alguns desses sintomas, que podem ajudar a poder identificar a paralisia do sono, são:

  • Não conseguir movimentar o corpo mesmo estando acordado;
  • Sensação de falta de ar e um peso em cima do peito;
  • Dificuldade em soltar a fala;
  • Sensação de angústia e medo;
  • Sensação de estar caindo ou flutuando sobre o corpo;
  • Ouvir vozes e sons não característicos do local;
  • Sensação de afogamento e muito mais.

Principais causas

Nem sempre é realmente possível esclarecer todas as causas da paralisia do sono. No entanto, alguns dos vários motivos que provocam o distúrbio são:

  • Consumir estimulantes antes de dormir (café, chá preto, refrigerantes com cafeína, chocolate);
  • Usar celulares e outros aparelhos eletrônicos antes de dormir;
  • Dormir e/ou acordar em horários irregulares;
  • Sedentarismo;
  • Estresse, ansiedade e depressão;
  • Dormir com a barriga para baixo.

Ainda, de acordo com um recente estudo da Escola de Medicina Harvard, o transtorno de estresse pós-traumático também pode estar entre as grandes causas da paralisia do sono.

Como sair da paralisia do sono

Saiba que a paralisia do sono não é um distúrbio que é muito conhecido. Mas, quando ela acontece, acaba após alguns cerca de segundos ou até minutos. Mas, quando isso ocorrer, mantenha sempre a calma, saiba que é uma coisa temporária e tente fazer movimentos que sejam discretos. Na grande maioria dos casos o problema todo surge apenas uma ou duas vezes na vida. Porém, se realente acontecer mais do que uma vez ao mês, consulte um médico, de preferência um médico neurologista.

Como evitar

Para poder evitar a paralisia do sono, recomenda-se também melhorar alguns hábitos do dia a dia.

  • Durma entre 6 e 8 horas por noite sem interrupção;
  • Procure ir para a cama sempre no mesmo horário;
  • Acorde diariamente na mesma hora;
  • Evite bebidas energéticas e alcoólicas antes de dormir;
  • Evite o estresse e ansiedade;
  • Faça alguns exercícios de meditação;
  • Não durma de boca aberta;
  • Consuma os medicamentos prescritos de maneira correta.

Além disso, pratique exercícios alguns físicos no mínimo cerca de 20 minutos por dia, pois isso ajuda muito na regulação do sono. Também desligue todos os seus aparelhos eletrônicos (celular, computador, televisão) uma hora antes de dormir.

Redação

34 anos e cursando jornalismo em SP, já trabalho com notícias por aproximadamente 10 anos. Aqui cubro todas as notícias sobre o transito, capitais do país, reality shows e diversos assuntos diferentes. Email: [email protected]