Carregando Notícia
Curiosidades

Não é sinal de dinheiro! Coceira na sola do pé e na palma das mãos pode ser doença grave

Esses sintomas geralmente são ignorados e geralmente confundido com crendices populares.

PUBLICIDADE

Existem tantas crendices populares, que algumas delas são confundidas com situações de saúde. Coceira na mão ou no pé pode ser sinal de falta ou de ganho de muito dinheiro. Essa é uma das mais conhecidas na humanidade, sendo passada de geração para geração. Porém, isso pode ser bastante perigoso e é preciso ficar atenta a esses sinais.

PUBLICIDADE

Para algumas pessoas que são mais supersticiosas, a coceira que atinge a palma das mãos é um sinal de dinheiro que está chegando, porém, o que a maioria das pessoas não imagina é que coceira na sola dos pés e também na palma das mãos pode ser indicativo de doença que atinge o fígado.

Segundo alguns estudos médicos a colangite biliar primária, que é uma doença autoimune que atua no fígado, causa a destruição lenta dos ductos biliares que estão dentro do fígado causando inflamações e até a fibrose. Esses sintomas geralmente são ignorados, pois as pessoas não têm ciência da gravidade dessa doença que até a década de 80 era considerada uma das principais causas de transplante de fígado no mundo inteiro.

Dentre os principais sintomas da doença incluem coceira intensas nas mãos e nos pés, além do escurecimento da pele, inchaço nos pés e também nos tornozelos, algumas dores nas articulações, ressecamentos da boca e dos olhos e uma coloração amarelada da pele. Essa doença autoimune condicionada à genética, só que existem alguns meios para se precaver cuidando do sistema imunológico, alimentando bem e fazendo atividades físicas todos os dias ou algumas vezes na semana.

De acordo com informações médicas a doença não possui cura já que pertence ao grupo das doenças autoimunes, portanto é preciso reconhecer os sinais e sintomas e procurar ajuda médica o quanto antes, se informar bem sobre a doença e está sempre em dia com os exames para acompanhar a evolução. Quanto mais informação, melhor os resultados.

Sendo assim, é preciso deixar de lado essas crendices populares e ficar atenta a sinais de que o corpo pode emitir ser alguma doença. Sempre que notar algum sinal persistente no corpo ou que lhe deixa preocupada, procure imediatamente um médico, explique o que está acontecendo e, caso preciso, seja iniciado um tratamento médico compatível para a patologia. Evite “diagnóstico” de pessoas que dizer ser entendidas no assunto e escute sempre um profissional especializado.