Carregando Notícia
Curiosidades

Mulher de 62 anos engravida e garante que seu marido fez vasectomia; ela acredita ser um milagre

A americana de 62 anos, conta que o pai do bebê tem 72 anos e já tinha feito vasectomia: 'É um bebê milagre''

PUBLICIDADE

Ano passado, a americana Jenny, de 62 anos, descobriu que está à espera do terceiro filho. O que chamou mais atenção, é que seu atual companheiro foi submetido a uma vasectomia, procedimento masculino para deixá-lo estéril.

PUBLICIDADE

Jenny, é conhecida pelo codinome The Good Wifey nas redes sociais, contou aos seus seguidores sobre a sua nova experiência que está vivenciando ao lado da família, desde do momento ficou sabendo de sua gravidez.Ela relatou que seu ciclo menstrual encerrou há cerca de 16 anos, então quer dizer que já está na menopausa. A gestação foi uma descoberta de forma bastante surpreendente para a mulher, que não acreditava que poderia se tornar mãe novamente e ela chamou o bebê de milagre.

Em suas redes sociais, Jenny estava respondendo as perguntas de outras mães sobre a gravidez e uma delas, a  relatou que não fez laqueadura, procedimento realizado para interromper o caminho do óvulo, nas trompas, para que não chegue ao útero ou encontre os espermatozoides.

Em um de seus vídeos, Jenny conta que nenhuma pessoa questiona qual a idade de seu esposo ao descobrir a dela: “Depois de revelar minha idade de grávida de 62 anos, é surpreendente que ninguém se preocupou em perguntar a idade do meu marido. Bem, ele tem 72 anos mais alguma dúvida?“, desabafou.

Através de vídeos curtos, ela responde com humor ácido algumas perguntas e responde as críticas que recebe. Dentre elas, Jenny comenta que é frequentemente criticada por estar “muito velha” para engravidar, porém seu marido recebe os parabéns. Algumas pessoas que seguem o perfil da mãe, duvidam da vasectomia do pai e Jenny aproveita para brincar que vai fazer um teste de paternidade quando o bebê nascer.

Outro tipo de comentário frequente, no qual é super indelicado, falam que o bebê vai nascer com alguma deficiência porque Jenny tem mais de 35 anos e ela rebate: “Esse é um ponto muito bom, obrigada. Eu realmente aprecio sua orientação neste momento.”

Mas Jenny também brinca sobre as coisas que tinha esquecido e são comuns na gravidez: os enjoos, vômitos, chutes doloridos, vontade constante de fazer xixi e o medo do parto. E, ela recebe apoio de pessoas que apoiam a gestação, especialmente mulheres que engravidaram depois do 40 anos.

Segundo a americana, o bebê, que é o terceiro filho do casal, está previsto para nascer no mês de novembro. Jenny relata que muitas pessoas criticam sua atitude de querer ter uma criança nesse idade, enquanto outras demonstram e dão total apoio. Ela ainda não contou que nome pretende dar ao bebê.