Carregando Notícia
Curiosidades

Marido pede o divórcio: “Minha mulher não lava, não passa e não cozinha!”

Marido não suporta mais a mulher não fazendo nada e pede separação.

PUBLICIDADE

O casamento deve ser uma união entre duas pessoas que se amam, na qual ambos cedem o possível para se tornar uma relação justa. Homens e mulheres devem ter direitos iguais tanto dentro quanto fora de casa, porém, quando o assunto são afazeres domésticos, a situação se torna polêmica. O mundo patriarcal “exige” que essa responsabilidade seja da mulher, uma vez que o homem trabalha fora e a mulher atua como dona de casa, porém, o caso toma outras proporções quando os dois trabalham fora e precisam dividir o serviço, ou pior, quando só o homem trabalha e a esposa não faz nada em casa.

PUBLICIDADE

Os direitos e a igualdade perante a lei, tanto para os dois sexos, devem ser concretizados antes de mais nada dentro da própria casa, no âmbito da família. Quantas vezes já ouvimos reclamações e histórias de outras pessoas de que seu cônjuge fica ocioso e não ajuda a manter a casa limpa e arrumada? Na verdade, ninguém gosta de passar o tempo livre fora do trabalho limpando chão, passando, espanando ou lavando louça, mas é um “trabalho sujo” que alguém da casa também terá que fazer. Com um pouco de cooperação saudável entre os dois.

Esse homem que reside em Foggia, na Itália, entrou com um pedido de divórcio perante o juiz porque, segundo o seu depoimento, sua esposa violava sempre a obrigação de colaboração dentro da família. Nesse caso, nas palavras do marido irado, a mulher “não lavava, não passava e não cozinhava, apesar de não ter um emprego”.

Esse pedido de divórcio com a acusação que o juiz de Foggia não aceitou favoravelmente em defesa do marido; de acordo com as palavras do tribunal, as provas a favor do homem e contra a esposa são muito superficiais para poderem constituir um caso real de transgressão da obrigação de colaboração dentro de casa, ressaltando que resultou das investigações que o próprio marido, além de fazer as compras no mercado, não fazia mais nada dentro casa.

De fato, o juiz frisou que tanto o marido como a mulher devem contribuir em igual medida para os serviços domésticos da família por eles criada e, “não está previsto que todas as tarefas de cuidar da casa e dos filhos sejam atribuídas à um só cônjuge, uma vez que ambos são obrigados a exercer as mesmas funções, e isso também no caso de apenas um deles trabalhar, visto que não seria admissível a situação de submissão da outra parte na realização de trabalho de cuidado e de organização doméstica, e também dos filhos, na ótica de uma educação responsável”, diz um trecho da nota.

Resumidamente, parece que esse marido não teve sucesso no seu pedido de separação da esposa; talvez da próxima vez ele tente colaborar dentro de casa também, apesar da dificuldade com sua esposa.