Carregando Notícia
Curiosidades

Estudo diz que indivíduos que dormem menos de 5 horas tem maior risco de doenças crônicas; conheça quais

Conheça quais são as doenças que podem acomenter as pessoas que dormem menos de 5 horas diárias.

PUBLICIDADE

Recentemente, uma pesquisa que foi realizada e mostrou várias evidências de que as pessoas com idade igual ou superior a 50 anos, que costumam dormir pouco, cerca de cinco horas ou até menos durante a noite, têm um risco muito maior de desenvolver várias enfermidades crônicas comparado a outros indivíduos que realmente dormem por mais tempo.

PUBLICIDADE

O estudo também acompanhou um grupo de aproximadamente cerca de 8 mil servidores públicos do Reino Unidos que não apresentavam nenhuma enfermidade crônica aos 50 anos. Os indivíduos do estudo que tiveram o sono rastreado aos 50 anos (dormindo em torno de cerca de cinco horas ou menos), apresentaram no resultado final uma maior chance de desenvolver diversos problemas crônicos (30%), comparado àqueles que costumam dormir ao menos cerca de sete horas por noite.

Já aqueles que participaram desse estudo com 60 anos, o risco é de cerca de 32%, e aos 70 anos, a pessoa tem esse risco muito aumentado em cerca de 40%. As enfermidades que são de maior chance de desenvolvimento nesses casos são: AVC – Acidente Vascular Cerebral, câncer, diabetes, doença pulmonar obstrutiva, depressão, distúrbios mentais, artrite, Parkinson, doença cardíaca e doença renal crônica.

Outra grande pesquisa também apontou que os adultos que não conseguem dormir o período suficiente, que é aproximadamente cerca de sete a nove horas por noite, possuem também uma maior chance de desenvolver alguns problemas de saúde como é o caso da pressão alta e obesidade.

Contudo, é também importante frisar aqui que existem algumas limitações na pesquisa. A maioria dos participantes da pesquisa eram homens brancos, sendo que dos participantes apenas um terço eram mulheres. Os responsáveis por esse recente estudo também ressaltaram que os funcionários públicos também uma tendência muito maior a ser mais saudáveis que a população em geral.

Além disso, todo os dados da pesquisa também foram autorrelatados, ou seja, são considerados realmente menos confiáveis em comparação com os outros estudos do sono em que os profissionais realmente observam diretamente o indivíduo enquanto ele dorme. Vale lembrar aqui também que, se você está sofrendo com alguma enfermidade deve sempre buscar orientação médica e nunca se alto medicar. Vivemos em um tempo em que as pessoas vivem correndo e não se preocupam com o sono e descanso. Descansar é sempre p recomendado, sendo assim, procure sempre descansar sempre que surgir uma oportunidade a sua frente.

Redação

34 anos e cursando jornalismo em SP, já trabalho com notícias por aproximadamente 10 anos. Aqui cubro todas as notícias sobre o transito, capitais do país, reality shows e diversos assuntos diferentes. Email: [email protected]