Carregando Notícia
Curiosidades

Este é o motivo dos doentes terem uma breve melhora antes de falecer, segundo o espiritismo

Com ou sem explicações científicas ou espirituais, é que o fenômeno da melhora da morte acontece e desperta muita curiosidade

PUBLICIDADE

Segundo na visão da espiritualidade e fé, os parentes dos doentes estão com tanta vibração para que este fique bem logo, que dificulta a passagem. Por isso, os socorristas intercedem no estado de saúde do paciente, fazendo com que ele tenha uma breve e repentina melhora, de acordo com a religião Espírita.

PUBLICIDADE

Com isso, é a melhora é vista como uma forma de acalmar as pessoas próximas facilitando a sua partida. No momento que os socorristas agem para continuar o processo de desligamento entre corpo e espírito, a pessoa falece pouco um tempo depois.

Em algumas ocasiões o espírito já está ausente, em outras está muito confuso e ainda continua a dormir junto ao seu corpo físico. O que dificulta muito essa passagem desse espírito é a tristeza e as pessoas chorando por um longo tempo.

Com ou sem explicações científicas ou espirituais, é que o fenômeno da melhora da morte acontece e desperta muita curiosidade.

Seria mais fácil para o espírito desencarnado e também para os entes queridos, se todos entendessem que a desencarnação tem um outro sentido além da perda. Pois assim, seria mais tranquila a partido se os familiares aceitassem a ausência física e mandassem vibrações de amor e carinho para a pessoa que vai desencarnar com orações e ajudando em seu desligamento.

Qual poderia ser a explicação da melhora da morte, na visão dos cientistas?

 O cardiologista Ricardo Santos, presidente da Associação Médica Espírita em Alagoas, em entrevista concedida ao programa VivaBem, comenta que no espiritismo existe uma explicação para a melhora da morte:

“Essa melhora faz com que as pessoas próximas, familiares, relaxem um pouco. Muitas vezes há angústia e desespero, e isso cria um fluxo energético que tende a reter aquela pessoa no plano físico. Com esse momento de calma, há um relaxamento. Então, os amigos espirituais promovem o desligamento entre o corpo espiritual e físico”.

Porém, não existe nenhuma comprovação científica de que antes de falecer as pessoas apresentam uma melhora no quadro apenas para se despedirem e tampouco é uma situação frequente nos hospitais.

A melhora ou a piora do quadro é algo aleatório, que depende de diversos fatores. Pois, existem pacientes que melhoram e depois veio a óbito, outros se curam e tem aqueles que morrem sem experimentar uma melhora.

Por esse motivo, a maioria dos médicos afirmam que a melhora da morte é apenas uma forma da nossa mente justificar uma explicação, consequentemente ocasionando um conforto para aquele momento tão delicado como a perda de uma pessoa querida.