Carregando Notícia
Curiosidades

Esses dois remédios muito conhecidos pelos brasileiros podem aumentar o risco de um infarto

Nos dias de hoje, nós podemos comprar vários remédios nas farmácias sem precisar de receitas médicas, mas o que muitos não sabem, é que eles podem te destruir caso não use corretamente, no artigo abaixo vamos te mostrar os dois remédios para caso você for ingerir um dia, consultar um profissional da saúde.

PUBLICIDADE

Nas farmácias brasileiras existem diversos medicamentos que estão disponíveis á venda para o público que não é necessário de uma receita médica para serem vendidas. E isso faz que muitas pessoas recorram a esses medicamentos quando não estão se sentindo muito bem. Entre diversos medicamentos, existem dois que é bastante conhecido pelos brasileiros e muita gente usa no dia a dia.

PUBLICIDADE

Porém, cientistas revelaram que esses medicamentos aumentam à chance em até 51% de sofrer uma parada cardíaca. Este risco se torna muito maior para aquelas pessoas que já tem alguma doença cardiovascular, como hipertensão, que é uma pressão alta que uma pessoa pode apresentar.

No Brasil as bulas desses remédios já alertam para a necessidade de cuidados e necessidade de acompanhamento médico para os pacientes que forem ingerir esses medicamentos. Os pesquisadores já chamaram, pois em alguns locais, esses remédios ainda ficam expostos nas prateleiras e balcões das farmácias, e qualquer pessoa pode adquirir sem orientação médica.

“Permitir que esses medicamentos sejam adquiridos sem receita médica e sem qualquer conselho ou restrição envia uma mensagem ao público de que eles são seguros”, afirma Gunnar Gislason, professor da Universidade de Copenhague e coautor do estudo, em uma nota da Sociedade Europeia de Cardiologia, segundo a matéria da UOL.

Segundo os cientistas, o uso de antiinflamatórios não esteróides aumenta a chance de um ataque cardíaco. Os mais conhecidos ibuprofeno e diclofenaco que são muito usados pelos brasileiros. Esses remédios vendidos no Brasil já têm o alerta de que os medicamentos devem usados com cautela para quem tem problemas cardíacos.

A bula do remédio ibuprofeno diz que a dose mais alta, de 2.400 mg por dia (que é igual a 4 comprimidos de 600 mg de 6 em 6 horas), pode causar um pequeno aumento do risco de trombose com infarto do miocárdio ou derrame”. O fabricante do remédio diz que não tem  risco ingestão de menos de 1.200 mg por dia (ou 2 comprimidos de 600 mg a cada 12 horas).

E a Bula do diclofenaco, o fabricante informa que o medicamento não é recomendado o uso para quem sofre com qualquer doença cardiovascular. A própria diz que o tratamento de pessoas que tem risco de saúde com o remédio deve ser feito com acompanhamento médico. Os remédios existem em gotas ou em comprimidos e as dosagens variam exatamente de 50 mg a 600 mg.

nem sal nem acucar