Carregando Notícia
Curiosidades

Beijar na boca do filho é certo? Especialistas alertam a respeito da prática de muitos pais

As famílias costumam se dividir muito quando esse assunto é colocado em pauta.

PUBLICIDADE

As famílias costumam se dividir muito quando esse assunto é colocado em pauta. Há quem realmente não veja problema algum nisso, justamente por disserem ser apenas uma pura demonstração de carinho. Já outros podem chegar ao ponto de considerar nojento ou inadequado socialmente. Em entrevista concedida a Dra. Natasha Slhessarenko, que é pediatra do Laboratório Lavoisier Medicina Diagnóstica, esclareceu essa grande questão.

PUBLICIDADE

Segundo a doutora, o simples contato muito próximo com a boca e a saliva de um adulto pode sim transmitir várias bactérias, vírus, micoses e também muitas outras doenças inoportunas par o organismo da criança que ainda está desenvolvendo sua imunidade.

“Beijar na boca das crianças pode passar doenças como a mononucleose infecciosa, também conhecida como ‘doença do beijo’, causada pelo vírus de Epstein bar, além de outras doenças virais como o herpes simples, doenças causadas por bactérias (como a própria cárie) e fungos (cândida). Ainda não há consenso, mas até a bactéria da úlcera, Helicobacter pilory, poderia ser transmitida pelo beijo”, detalha a Dra. Natasha Slhessarenko.

Além dos vários perigos existentes para a saúde, o ponto mais polêmico sobre beijar os filhos na boca é de ordem social. Segundo a especialistas, essa demonstração de afeto pelo beijo pode causar uma grande confusão na criança de até que ponto o carinho pode realmente chegar. Beijar os pais na boca poderia sim influenciar muito a criança a fazer sempre o mesmo com outras pessoas do seu convívio, como é o casso de um amiguinho da escola, e isso poderia ser muito mal-visto ou considerado também muito sexual.

A pediatra Natasha Slhessarenko esclarece: “O beijo na boca é uma forma de manifestação de carinho entre casais e não deve ser estimulada entre pais e filhos. Quando a criança é ainda um bebê as consequências psicológicas podem até não existir, mas depois de certa idade pode haver confusão na cabeça das crianças por ser a boca uma zona erógena. Como as crianças agem muito pelo exemplo, crianças que são beijadas na boca por seus pais podem querer beijar a boca de seus colegas na escola, por considerarem expressão de carinho, e isto pode ser interpretado de maneira equivocada e causar mal-estar entre as crianças”.

Nas redes sociais, essa questão é sempre muito discutida e sempre existem muitas divergências nos comentários. Os especialistas costumam sempre alertarem aos pais sobre a prática em beijos na boca de crianças, contudo, muitos ainda dizem que isso tudo é besteira e que isso não tem nada de mais.

Redação

34 anos e cursando jornalismo em SP, já trabalho com notícias por aproximadamente 10 anos. Aqui cubro todas as notícias sobre o transito, capitais do país, reality shows e diversos assuntos diferentes. Email: [email protected]