Início » Recém-nascido morre de Covid-19 após 4 dias internado na UTI “não fiquei meia hora com meu filho nos braços”
Notícias

Recém-nascido morre de Covid-19 após 4 dias internado na UTI “não fiquei meia hora com meu filho nos braços”

Um recém-nascido morreu na unidade de terapia intensiva (UTI) de um hospital privado no último domingo (14) no hospital Covid-19 de Rio Claro (SP), mas os sintomas persistiram por quatro dias.

Ele desenvolveu problemas respiratórios duas horas após o nascimento. O médico suspeitou que o bebê, foi contaminado no útero da mãe, pois a da mãe também testou positivo. Segundo o hospital, essa situação é extremamente rara.

O óbito foi registrado no boletim epidemiológico e divulgado pela prefeitura na noite desta segunda-feira (15). São 9.694 casos confirmados na cidade e 241 óbitos. O pai de Matheus, Isaac Marangoni dos Santos, de 44 anos, contou ao G1 que o teste de Covid foi feito dois dias após o nascimento do filho.

“Incompreensível, inaceitável e revoltante. O bebê nasceu com saúde, ficou nos meus braços e de repente tudo aconteceu. Matheus foi enterrado sem respostas. De repente, uma criança que nasce normal e acontece tudo isso”, disse.

A mãe da criança foi encaminhada ao Hospital Unimed para uma cesárea nesta quarta-feira (10). Segundo relato da diretora técnica do hospital, a operação ocorreu bem e o bebê nasceu bem. O bebê foi levado ao quarto da mãe para ser amamentado, mas cerca de duas horas após o nascimento, ela começou a sentir dificuldades respiratórias. Ele deu entrada na UTI, com o estado de saúde critico, e precisou de intubação nesta quinta-feira (11).

“Ele procurou o peito para se alimentar, ficou mais uns minutos com a gente e, repentinamente, começou a sentir dificuldade para respirar, parecia que queria chorar e não conseguia. Se somar o tempo que eu fiquei com meu filho no colo não deu meia hora”, disse a mãe.

Adriana Raquel de Godoy Zaniolo de 40 anos contraiu Covid-19 em julho de 2020. Os médicos da Unimed acreditam que ela havia sido reinfectada e enviou amostras para análise, para determinar se ela estava infectada com alguma variante do coronavírus. Compartilhe essa e outras notícias do nosso portal, com todos os seus amigos e familiares.

Veja Também:  Brasileira de 21 anos vai para a Argentina para abortar: "Não terei um filho que não quero"