Início » As novas parcelas do Auxilio Emergencial serão entre R$175 até R$375 segundo o Ministro da Economia Paulo Guedes
Mundo Notícias Sem categoria

As novas parcelas do Auxilio Emergencial serão entre R$175 até R$375 segundo o Ministro da Economia Paulo Guedes

Na última segunda-feira dia 08 de março, o Ministro Paulo Guedes em entrevista no Palácio do Planalto disse que a nova rodada do auxílio emergencial terá valores entre R$ 175 e R$ 375, de acordo com a formação de cada família beneficiada. Em tempo, afirmou ainda que o valor médio será de R$ 250. Informou ele que as  mães solo receberam o valor máximo que é R$ 375, se for um sozinho ganhará o valor mínimo de R$ 175, já os casais contaram com o valor médio de R$ 250.

Nesta declaração do Ministro surge uma dúvida: E para aqueles que não tiveram cadastro, será possível solicitar uma inscrição para adquirir as parcelas? Ao que parece será utilizado a mesma base de cadastros que obtiveram para ser feito o pagamento no ano de 2020. Porém uma nova ferramenta da Dataprev permitirá ser feita uma nova checagem de dados contidos para verificação de quem verdadeiramente necessita e se encaixam nas normas do programa, ou seja aqueles que na última oportunidade não fizeram cadastro para ter o auxilio emergencial provavelmente não conseguiram realizar a requisição e então ficaram de fora desta nova rodada.  Aqueles que em 2020 estavam desempregados, receberam as parcelas e no presente ano arrumaram um emprego com comprovação na carteira de trabalho não ganharam as novas quantias.

O principal objetivo da PEC Emergencial é desenvolver recursos que equilibrem as contas públicas. Nos dias de hoje, esse trabalho é feito por dois mecanismos já em atividade:

  • a regra de ouro: que impede de que o governo faça dívidas para pagar gastos vigentes, como salários, benefícios de aposentadoria, contas de luz e outros custeios da administração pública;
  • o teto de gastos: que define limite de gastos da União à inflação do ano anterior.                                                                                                                                                                                                                                                              Essa nova proposta foi aprovada pelo Senado Federal na semana passada. Entretanto ainda passará pela Câmara dos Deputados. A expectativa é de que o plano seja aprovado ainda essa semana, caso haja concordância. Será anunciado as novas regras para participação do programa.
Veja Também:  O que aconteceu com a mãe de Isis Helena? Corpo de Jennifer foi levado para o IML