Início » Vítima do acidente de caminhão que arrastou moto por 32KM não aguenta e morre
Notícias

Vítima do acidente de caminhão que arrastou moto por 32KM não aguenta e morre

Infelizmente o caso que revoltou a todos no último fim de semana tem mais uma grande novidade, o caminhoneiro que acabou batendo na moto e arrastando por mais de 30 km revoltou a todos nas redes sociais. E com essa triste notícia as pessoas tem se manifestado ainda mais sobre o acontecimento, já que ele teria usado droga e estava a mais de 28 horas acordado dirigindo.

A mulher que estava junto com o motoqueiro, Sandra Aparecida Pereira que possuía 47 anos de idade infelizmente não resistiu. Ela estava sendo tratada no Hospital Marieta Konder na cidade de Itajaí, mas infelizmente acabou morrendo na noite deste último sábado dia 7 de março.

Segundo relatado pelos familiares da vítima ela acabou tendo duas paradas cardíacas, e acabou falecendo por volta das 19 horas de ontem. Segundo já havia sido relatado pelo Corpo de Bombeiros a pancada da batida tinha causado traumatismo craniano em Sandra, que estava lutando com a ajuda dos médicos para sobreviver.

O marido da vítima também está sendo tratado em outro hospital e segue em recuperação, porém ele está completamente traumatizado com o que aconteceu. O sentimento é de muita dor e revolta de toda a família, o caminhoneiro foi preso e está detido em um presídio.

Mas infelizmente nada trará de volta a vida de Sandra que lamentavelmente não aguentou a pancada sofrida pelo caminhão, a família está preocupada com a vida de Anderson e torce para que ele consiga sair dessa situação com vida. Além dos problemas que ele tem enfrentado com o impacto da batida, também há uma grande preocupação em relação a pandemia.

Pois no estado de saúde debilitado que ele se encontra, caso seja infectado com o coronavírus provavelmente suas chances de sobrevivência diminuirá ainda mais. Sandra era gerente financeira e deixa um filho de 26 anos de idade e o marido.

Veja Também:  Vídeo mostra Padre fazendo recomendação absurda a fiéis e causa revolta na internet