Início » Missionária é curada de grave doença após ouvir o Espírito Santo dizer para “adorar”
Mundo

Missionária é curada de grave doença após ouvir o Espírito Santo dizer para “adorar”

Uma missionária e seu marido tiveram suas vidas completamente mudadas quando a pandemia do novo coronavírus começou a atingir o continente africano onde se dedicavam ao ministério. Apesar de terem a opção de retornar aos EUA eles decidiram ficar e ajudar aquele país precário a passar por esta crise através da missão que realizam junto com a Assembleia de Deus.

O casal LaVonna Ennis e Scott, na tentativa de não contrair a covid-19 fizeram uso de medicamentos e vitaminas para prevenção e seguiam todas as recomendação médicas. Entretanto, em julho Scott começou a apresentar os primeiros sintomas e apenas quatro dias depois a esposa LaVonna também ficou doente.

Mas, infelizmente, o quadro de LaVonna começou a piorar rapidamente. “Fiquei cada vez mais fraca e a dor às vezes era insuportável”. O casal decidiu, em meio a esta batalha contra a covid-19, mergulhar em adoração, leitura da Bíblia e pregações. Neste meio tempo, LaVonna diz que se sentiu cercada por uma pressão espiritual.

LaVonna e marido Scott

“Na noite em que fiquei mais doente, a eletricidade foi cortada (o que não é incomum), silenciando a suave música do louvor. Quando acordei, vi espíritos demoníacos da morte voando perto do teto. Eu quase podia sentir a brisa forte causada por suas asas. Eu sussurrei: ‘Deus, estou pronta para Te conhecer, se o Senhor estiver pronto para me levar. Mas eu repreendo esses espíritos das trevas’”, relata a missionária.

A batalha espiritual de LaVonna pela vida

Foi neste momento que LaVonna se sentiu profundamente arrependida porque ela ainda não tinha conhecido seu neto que havia nascido há um mês apenas. “Senti uma cutucada gentil do Espírito Santo: ‘Você vai ter que adorar enquanto passa por isso’. Eu não tinha certeza exatamente do que isso significava, mas comecei a adorar a Deus em um sussurro. Eu não queria acordar Scott, eu não tinha voz e minha respiração estava difícil”, explica.

Veja Também:  Mulher com 8 meses de gravidez atira com fuzil em invasor e salva sua família.

“Senti os espíritos malignos se moverem para os cantos da sala e o centro se encheu de luz. Enquanto eu adorava, a escuridão ia embora. Mas quando parei de adorar, eles voltaram para me cercar. Continuei sussurrando louvores e canções de adoração por cerca de seis horas. Por fim, bem depois do sol nascer, não senti mais o mal na sala, embora meu corpo ainda estivesse fraco e devastado pela doença”, conta a missionária. Uma semana após essa batalha espiritual, LaVonna conseguiu se recuperar completamente da covid-19 e pôde voltar para conhecer seu neto