Início » Neymar enviou mensagem emocionante a garoto que sofreu racismo em Goiás
Notícias

Neymar enviou mensagem emocionante a garoto que sofreu racismo em Goiás

O racismo no Brasil é inadmissível, principalmente quando atuado no esporte mais amado do país o futebol. Um ato como esse é uma vergonha mundial.

O Brasil é um país mestiço, como já dizia Gilberto Freyre “O Brasil é maciça e profundamente mestiço no corpo e na alma”. Mas infelizmente ainda vivemos em um mundo que o racismo tem sido atuante. Um vídeo esta circulando nas redes sociais em que mostra um menino de apenas 11 anos chorando muito. No vídeo Luiz Eduardo da Umberlândia Academy, conta que enquanto jogava ouviu palavras duras como: ” fecha o garoto preto ali!”

As cenas fizeram os internautas se revoltarem e causou tanta comoção que o craque Neymar ao visualizar enviou uma mensagem de carinho para Luiz Eduardo.

O craque do Paris Saint-Germain desejou força ao garoto e disse que está na torcida por ele.

“Fala, Luiz Eduardo, aqui é o Neymar. Vi que você passou uma situação completamente chata, triste. Infelizmente, a gente anda passando por esse tipo de coisa que não cabe mais hoje em dia. Quero te desejar força, muita luz, muito amor. Espero que você não desista do que você ama fazer, que é jogar futebol. Pegue isso como força, transforme isso em treino, em dedicação, em amor ao que faz, aos seus pais, à família, a todos, sem cor, sem raça nenhuma. Um beijo, fica com Deus, sucesso, estou na torcida por você. Um abraço”.

O club da Umberlândia Academy publicou o vídeo em seu Instagram nesta quinta-feira (17) e informou que já acionaram a Polícia Militar, assim como registraram o boletim de ocorrência.

“De antemão manifestamos que iremos até as últimas instâncias em defesa de nosso aluno e contra mais um ato deplorável que mancha a imagem do futebol”, escreveu o time.

O acusado Lásaro Caiana, nega as acusações e diz que ficou surpreendido com a repercussão do caso.

Veja Também:  Vídeo: Local onde a bebê Eloisa foi jogada é de partir o coração. Crueldade!