Início » Câncer de útero: o que é, quais são os sintomas e como prevenir
Sem categoria

Câncer de útero: o que é, quais são os sintomas e como prevenir

Atualmente o câncer de útero esta presente na vida de muitas brasileiras, causando a morte de cerca de 7 mil mulheres. Até o fim de dezembro o Brasil deve contabilizar mais de 16 mil casos desse tipo de câncer em 2020.

Em um desses casos se encontra a jornalista Fátima Bernardes, que recentemente teve de ser internada porque descobriu a doença. O câncer de útero não apresenta sintomas nos estados iniciais, por isso é importante que consultas com especialistas sejam realizadas frequentemente pois o diagnostico da doença só é detectado através de exames, como o de papanicolau. Por muitas vezes a mulher tem a doença e não tem conhecimento e quando descobre já esta em estado avançado.

Sintomas em estado avançado

A doença se manifesta através de sinais como: sangramento vaginal fora do período menstrual; corrimento com mau cheiro ou coloração escura; dores abdominais ou pélvicas; sensação de pressão no fundo do abdômen; necessidade de urinar com mais frequência; e perda rápida e inexplicável de peso. Nos casos mais graves podem aparecer sintomas como inchaço nas pernas e cansaço excessivo.

Além de saber quais são os sintomas de câncer de útero, o mais importante é fazer frequentemente consultas no ginecologista para que caso seja identificado o inicie de imediato o tratamento precoce. Em caso de alguns destes sintomas, procure um especialista imediatamente, uma vez que alguns destes sintomas podem ser confundidos com sinais de outras doenças como a candidíase.

O que fazer em caso de suspeita?

A primeira coisa que se deve fazer é procurar o ginecologista, ele irá indicar exames como papanicolau ou colposcopia com biópsia do tecido do útero e avaliar se existem células cancerígenas.

Veja Também:  Viciada em cocaína tirou a vida da própria filha de 19 meses de forma cruel

Quem tem maior risco de ter câncer?

É mais frequente em mulheres com : infecção com HPV, múltiplos parceiros sexuais, doenças sexualmente transmissíveis,como clamídia ou gonorreia.

Mulheres que usam anticoncepcionais por muitos anos também apresentam maior risco de câncer.