Início » PM que arrastou mulher pelas rua do RJ em viatura é condenado. Relembre o caso
Notícias

PM que arrastou mulher pelas rua do RJ em viatura é condenado. Relembre o caso

Depois de seis anos o réu pelo homicídio de Claudia Silva Ferreira, arrastada por uma viatura da PM foi preso nesta última terça-feira (8).  Zaqueu de Jesus Pereira Bueno foi acusado de ser um dos mandantes e dois homicídios, a prisão do PM e de mais quatro integrantes da milícia do Quitungo foi decretada pelo Juiz Gustavo Gomes, da 4ª vara criminal. O juiz emitiu o mandato e no dia seguinte o criminoso foi pego.

Relembre o caso:

Bueno respondia por dois crimes de homicídio, o primeiro pela morte de Claudia Silva Ferreira que foi tragicamente arrastada pela viatura do PM por cerca de 350 metros pelas ruas de Madureira. O crime aconteceu em Março de 2014 e as imagens do vídeo mostram a mulher pendurada no para-choque do veículo apenas por um pedaço de pano. Pessoas na rua que presenciaram a cena alertaram os PMs que não pararam e continuaram o trajeto. Antes de entrar no carro dos policiais, Claudia já havia sido baleada no pescoço e nas coxas em meio a uma operação 9º BPM (Rocha Miranda) no Morro da Congonha, onde morava.

Estas imagens foram muito fortes e comoveram a população brasileira causando muita revolta. A família de Claudia cansada de conviver com a triste lembrança da mulher baleada a poucos metros da casa onde moravam, deixou a favela.

O segundo crime que o Pm foi condenado resulta na ocultação do cadáver de Jhonatan Batista Vilas Boas Alves e José Mário Alves da Trindade no último dia 26 de junho. Segundo a polícia os homicídios aconteceram em uma festa por conta de um racha na milícia. As vítimas não teriam concordado em se aliar com a facção do tráfico que domina a favela de Vigário Geral. Além do sargento, também teve a prisão decretada como mandante dos assassinatos Álvaro Malaquias Santa Rosa, o Peixão, chefe do tráfico das duas favelas.

Veja Também:  Vídeo: Irmão de prefeito tira a vida de candidato a vereador durante live

Relembre abaixo o vídeo que marcou a população em 2014.