Início » Urgente: Nova doença fatal, faz seu primeiro caso no Brasil. País esta em alerta
Notícias

Urgente: Nova doença fatal, faz seu primeiro caso no Brasil. País esta em alerta

Se você acha que o ano de 2020 até aqui foi difícil, se prepare porque ainda não tem previsão de melhora. Nesta segunda-feira (7) a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), emitiu um novo alerta. Como se esta pandemia não fosse o suficiente.

Eles investigam um fungo chamado Candida auris (C. auris), este fungo é o mais temido do mundo, isto porque ele é resistente a medicamentos. Medicamentos que combatem infecções hospitalares.

O fungo foi identificado em amostra de ponta de cateter de um paciente internado no UTI em um hospital na Bahia. A ANVISA segue com a investigação e cogita o primeiro caso da doença no Brasil. A estimativa de infecção por este vírus (infecções fúngicas invasivas de C. auris) é que tenham levado a morte cerca de  30% a 60% dos pacientes.

Diante desta suspeita a ANVISA recomendou reforço de vigilância em todos os serviços de saúde do país, entre outras medidas de controle de prevenção para evitar um surto.

O fungo Candida auris foi identificado pela primeira vez em 2009 em um paciente no Japão, depois foi identificado em outros países mas essa será a primeira vez no Brasil. O primeiro surto da doença foi na Venezuela, entre 2102 e 2013, atingindo 18 pacientes.

De acordo com a Anvisa o Candida auris costuma ser confundido com outras infecções e podem ser tratados de forma inadequada. A limpeza do ambiente é fundamental para o controle, o fungo é altamente resistente  e pode sobreviver em superfícies por um longo tempo. Também não é possível elimina-lo com detergentes e desinfetantes comuns. É necessário usar produtos químicos de limpeza, especialmente em caso de surto, ainda não se sabe ao certo a forma de contaminação e transmissão da doença, estudos apontam que podem ocorrer por contato com superfícies ou equipamentos contaminados de pessoa por pessoa.

Veja Também:  Quantia de dinheiro apreendida em SC, surpreende a todos "meio milhão de dólares e cinco milhões de reais"

A Anvisa afirma que amostra coletada no paciente na Bahia será submetido a análises, até a confirmação oficial do caso.

 

Confira no vídeo abaixo: