Início » Garoto de 7 anos morre atropelado enquanto olhava as luzes de natal
Notícias

Garoto de 7 anos morre atropelado enquanto olhava as luzes de natal

Final de ano sempre é uma grande festa para todo o mundo, ás famílias se reúnem e tudo se torna uma festa. Mesmo com uma pandemia atormentando o mundo de canto a canto, as famílias se reúnem como podem.

Porém, alguns não podem se reunir devido a distancia e as restrições que estão sendo aplicadas em alguns países. Sendo assim, eles não permitem que o espirito natalino morra, e se preocupam em fazer uma super decoração em suas casas, e sinceramente, essas decorações são de encher os olhos.

Foi exatamente, olhando uma decoração que um garoto de 7 anos acabou perdendo a vida de uma forma trágica, que não cabe palavras para descreve-la.

Uma grande tragédia se abateu contra uma família que se divertia e olhavam as luzes do natal. O garoto estava atravessando a rua. Um menino de 7 anos foi atropelado e morto enquanto olhava as luzes de Natal por um motociclista que supostamente havia fugido do local.

A Patrulha Rodoviária da Flórida disse em um comunicado à imprensa, que o menino estava atravessando uma rua na noite de sábado em um bairro residencial de Port Richey, Flórida, quando foi atropelado por uma motocicleta.

O motociclista fugiu do local e a criança morreu devido aos ferimentos em um hospital, disseram as autoridades.

A agência de segurança pública disse no domingo que Shaun Elliott Wyrich, 19, chegou ao departamento de polícia de Port Richey e se rendeu às tropas da Patrulha Rodoviária da Flórida, admitindo seu envolvimento no acidente.

Wyrich foi acusado de deixar a cena de um acidente envolvendo a morte. As autoridades também recuperaram a motocicleta em uma residência não muito longe do local do acidente. Não ficou claro se Wyrich tinha um advogado na noite de domingo.

Veja Também:  Vídeo: Sobrinho é preso acusado de tirar a vida do tio e enterrar corpo em galpão

Fique ligado em nosso portal, breve traremos mais notícias sobre tudo o que acontece n Brasil e no mundo.