Início » Bolsonaro lamenta mortes por Covid e ataca mídia por levar ‘caos social ao País’
Notícias

Bolsonaro lamenta mortes por Covid e ataca mídia por levar ‘caos social ao País’

Na manhã de ultima terça-feira (22/09), o tão esperado discurso do presidente Bolsonaro chegou. O presidente discursou na 75° Assembleia-Geral das Nações Unidas, e o presidente falou um pouco sobre tudo, que esta acontecendo no nosso pais e ao redor do mundo. Os principais assuntos abordados por Bolsonaro foram: Pandemia, Desemprego causa pela Covid-19, Meio ambiente e outros assuntos. O ponto que, chamou a atenção de todos foi quando o presidente afirmou que, a mídia esta fazendo um terrível caos social, pois eles estão fazendo da Covid-19, uma politicagem para prejudicar o governo e fazer com que, a sua popularidade desabe.

Na abertura do discurso, feito em vídeo já gravado – pois em razão da pandemia novo coronavírus, este ano, pela primeira vez, o encontro da ONU está sendo realizado, em parte, virtualmente -, Bolsonaro disse a covid-19 ganhou a atenção do mundo e lamentou as mortes. “Falei em meu País que o vírus e o desemprego deveriam ser tratados simultaneamente e com a mesma responsabilidade”, justificou, nas críticas que sempre fez às medidas de restrição e à quarentena imposta pelos gestores estaduais e municipais.

Uma decisão judicial concedeu aos governadores, total liberdade e autoridade para tomarem decisões diante da pandemia da Covid-19. O presidente também criticou bastante a imprensa, que segundo as palavras dele, estão trazendo pânico a população brasileira, politizando o vírus  usando a frase: “Fiquem em casa, que a economia agente vê depois”, e com isso quase trouxeram um verdadeiro caos ao Brasil. Bolsonaro ainda disse que, tudo isso foi evitado, graças a um plano de estão bastante elaborado que, evitou todo esse mal. Durante o discurso o presidente também falou sobre o Auxilio Emergencial, e a importância que, esse beneficio esta tendo nesse tempo de pandemia.

Veja Também:  Luto: Morre Jornalista muito querido por todos, deixará saudades

Além de falar sobre o auxilio, que tem beneficiado cerca de 65 milhões de pessoas, o presidente ainda citou a quantia de R$ US$ 100 bilhões destinados para ações de saúde e socorro a pequenas impressas. Foi falado também sobre a liberação de ajuda a cerca de 200 mil famílias indígenas e sobre a destinação de US$ 400 milhões que foram direcionados a pesquisa, desenvolvimento e produção da vacina de Oxford no Brasil.

Fonte: ISTOÉ