glenn greenwald
glenn greenwald

As novas supostas mensagens divulgadas por Glenn Greenwald, não causaram novamente nenhum mal ao ministro Sergio Moro.
Dessa vez o tiro saiu pela culatra e o jornalista foi pego de surpresa em um print que mostra erroneamente mensagens de Ângelo Goulart Villela e Monique, onde ambos supostamente criticavam Moro.

Intercept
Trecho publicado

O grande problema desse print de 2018, é o fato que Ângelo Goulart Villela já estava preso desde 2017, acusado de corrupção em casos envolvendo a J&F.

Após Visualizar o erro, Glenn Greenwald apagou rapidamente o twitter e postou novamente, dessa vez com o nome de Angelo Augusto Costa, que para piorar os fatos, sequer integrava o time da Lava Jato.

Chacotas no Twitter

Após as mensagens editadas e postadas no Twitter vários usuários questionaram o jornalista, que respondeu que tudo foi um erro de edição da equipe.

Intercept
Glenn Greenwald responde que foi erro de edição

Após ler essa Justificativa, os usuários do Twitter e até mesmo o site “O antagonista” afirmaram que isso não se passa mais do que uma confissão de adulteração de supostas provas em posse do jornalista. Já que o trabalho do Jornalista é divulgar tais provas, e não editá-las.

Leia em “O antagonista”: A justificativa que é confissão de Greenwald

Os apoiadores de Sergio Moro não deixaram barato e lançaram a hashtag #Jornalistadetaubate, que já ocupa a primeira posição nos tópicos mais comentados do Twitter no Brasil.
Acompanhe algumas chacotas de usuários da rede:

 

LEIA TAMBÉM:  Vídeo em que Najila Trindade agride Neymar é divulgado. Veja: