Notícias

Perfil no Twitter faz graves denuncias contra Glenn Greenwald, editor do jornal The Intercept

O perfil misteriosos denominado Pavão misterioso, supostamente invadiu o notebook do jornalista e encontrou provas que o incriminam

Na tarde deste domingo (16), um perfil misterioso no twitter, denominado “Pavão misterioso”, divulgou algumas imagens em que acusa  Glenn Greenwald de participar de um esquema para derrubar a lava jato.
O Jornalista americano é companheiro do deputado federal David Miranda (Psol), suplente do ex deputado Jean Wyllys.

O perfil traz algumas supostas revelações, em que o jornalista teria contratado um hacker russo, para invadir o celular do ministro Sergio Moro e algumas pessoas envolvidas na Lava Jato.
Segundo o perfil misterioso, o jornalista também teria comprado o mandato do ex deputado, Jean Wyllys, que foi embora do Brasil alegando esta sendo ameaçado de morte.

Acompanhe tudo que foi escrito pelo perfil misterioso do Twitter:

“As coisas serão simples e detalhadas, com perguntas e respostas, e esta conta não responderá qualquer questionamento por motivos óbvios.

Todos sabemos que houve uma operação orquestrada contra o ministro moro e a estabilidade do nosso governo e agora é a hora do troco.

Primeiro, em ordem de importância, os personagens.
1-Pierre Omidyar
2-Evgeniy Mikhailovich Bogachev
3-Gleen Greenwald
4-Intercept
5- David Miranda e Jean Willys
Na sequência dissecaremos quem são no acontecido e o papel de cada nesta ópera bufa.

Panamá que terá uma importância fundamental na longa explicação que seguirá, o lugar onde os Bitcoins viraram Ethereums, e que quase estragam a investigação. Omidyar é o financista por trás de tudo, usando a tudo e a todos em sua cruzada contra o sistema que o tornou bilionário.

PIERRE OMYDIAR, o dono do Ebay, o site que nunca deu prejuízo desde a criação, Francês descendente de, quem diria, Iranianos, com uma luta acirrada contra o conservadorismo, o homem que financiou a queda de Viktor Yanukovych na Ucrânia e uma das estrelas do Panamá Papers.

Evgeniy Mikhailovich Bogachev, o hacker vaidoso que ao usar um quase homônimo tornou tudo claro como as águas, pois no destino final dos valores, Pollingsoon virou poolson, como veremos a seguir.

Pois o agora abrasileirado confiou no sigilo dos Bitcoins, este câncer, irrastreável, mas em sua soberba esqueceu que A moeda eletrônica é irrastreável, mas as CORRETORAS QUE AS TRANSACIONAM NÃO O SÃO!!!!!

O homem que por seu brilhantismo, contatos, e a absoluta falta de caráter é o expoente máximo da First Look Media e detentor de 250 milhões de dólares para sua cruzada.Gramsci invejaria.

Gleenn greenwald, o advogado brilhante e inescrupuloso, que defende nazistas como quem atravessa a rua, tão esquerdista como alguém pode ser, o homem que se fez financiado pelas sombras e hj tem sua Jihad própria, cheio de soberba, o mago que morfa ninguém em deputado federal.

Pois ao encomendarem o serviço, ou ao comprar informação disponibilizada por Evgeniy bogachev, isso não sabemos ainda qual o meio usado, e que coincidentemente está na mesma Rússia que abriga agora Snowden. Velhas amizades não somem fácil, né Glenn?

Fevereiro em Bitcoins por algo que foi dado? Quem pagou Evgeniy, se vc sabe diga, pois o intimaremos ao vivo nesta thread, caro Glenn.

Aos que crêem que são.palavras ao vento aqui, disponibilizaremos no decorrer o rastro do dinheiro de uma corretora brasileira até Anapa, Rússia, e se fará a grande [sic] Foi cedida a informação p q alguém pagaria mais de 300 mil dólares na cotação de [sic].

Estamos sob ataque e censura, então serei breve, alguma boa alma brasileira usando o login do intercept iniciou o passeio do dinheiro https://t.co/HcsTrjSvqh

Glenn Greenwald

Na sequência o dinheiro passeia pelo Panamá e vira Ethereums, caindo numa corretora que ópera em Anapa, Rússia, é convertida em rublos e num arroubo de vaidade, um dos maiores hackers do mundo erra.usa o nome Viktor poolson para transferir o dinheiro para Shangai.

Hacker russo

ou Evgeniy Bogachev erra, usando Poolson, o que seria a coincidência do século. Mas não é.

Não vou poder cotar a compra e venda de vagas no parlamento, mas em breve David Miranda e Jean Willys terão de dar uma explicação sobre 700 mil dólares e uma mesada de 10 mil dólares para a manutenção de certo BBB no exterior.

Até quinta na PF, meu caro.

Mas somos uma Hydra. E procure seu grande amigo.

Agora o principal: vc, @ggreenwald apareça na Rodrigues Alves número 1 no Rio de janeiro, vc já esteve aqui diversas vezes renovando sua carteira de estrangeiro, com seu notebook Dell, na quinta feira e o apresente, não no Apple que usa para ver pornografia.

Mas o Dell onde fica teu Cryptobank, que um de nós pessoalmente esclarecerá as denúncias e possivelmente te dê voz de prisão. E não adianta trocar HD pois a pericia tem a linha de montagem do equipamento.

Vc alegou que Moro e Deltan não entregaram os deles, pois então, paladino da verdade que é, entregue os seus equipamentos eletrônicos.

Todas as palavras aqui citadas são do perfil misterioso que pode ser acessado pelo link: https://twitter.com/oppavaomisterio?s=09

Etiquetas

Robson Pacheco

Robson Pacheco é jornalista e editor-chefe do Minuto de Notícia. Pós- graduado em Telejornalismo e Docência do Ensino Superior, Robson atualmente está à frente da redação do nosso portal.
Fechar