Neymar
Neymar

Após render muitos memes na internet, o caso Neymar não para de dar ibope. Depois do jogador ter sido acusado de estupro por uma garota que ele conheceu pela internet, e boa parte da internet ter parado para tentar entender o que acontecia, o Jornal Nacional apresentou uma reportagem na noite de ontem (03) expondo a conversa do craque com a mulher, fotos de marcas das supostas agressões, e uma rescisão de contrato que pode mudar todo o rumo da investigação.

O escritório de advocacia contratado pela mulher que acusa Neymar de estupro, rescindiu o contrato com a mulher, alegando que ela teria mentindo nos fatos narrados, apresentando uma versão que teria sido agredida e não a versão que ela espalhou que teria sido estuprada.

Segundo o escritório Fernandes e Abreu Advogados, a mulher alegou que a relação sexual que teve com o jogador foi consensual, mas que durante o ato, Neymar teria ficado agressivo e então agredido a mulher.

Em uma troca de mensagens com o advogado José Edgar da Cunha Bueno Filho, a mulher afirmou que foi estuprada e que era para divulgar tudo na mídia, para acabar com a carreira do jogador.

“Por que a gente não joga logo na mídia pra acabar com a carreira desse pipoqueiro logo de vez? Ele me espancou e me estuprou.” disse ela.

“Calma. Isso logo depois de apresentarmos a denúncia.”, disse o advogado.

“Tô com raiva Zé. Eu devia ter matado ele quando tive a chance.” afirma ela, demonstrando muita raiva.

O escritório afirma ter rescindido o contrato, pois as informações pode causar uma “alteração na verdade dos fatos”, o que pode configurar uma denunciação caluniosa.

LEIA TAMBÉM:  #ForaTite: Treinador convoca Willian e sofre ataques no Twitter